anunciar tabela de preços enviar notícia
rede social :: login
Do Cafofo do Dezena - Aleluia, Aleluia, Aleluia
São João da Boa Vista|cultura|01/04 19:39|82 visualizações
Aleluia, aleluia, aleluia! Não, aleluia foi ontem, hoje é Páscoa.
Fez-me lembrar duas ocasiões em que peco desde sempre.
No último dia do ano, quando juro mudar minha postura, e na Quarta-Feira de Cinzas, ao prometer uma quaresma de reflexões.
Nem uma coisa, nem outra.
O ano está correndo do mesmo modo há muito tempo e a única introspecção que consegui foi escrevendo crônicas meditativas. Sem o compromisso de fazerem sucesso.
Mas, a leitura é uma coisa interessante.
Sempre encontramos alguém, ou em um momento de vida, onde o texto se encaixa.
Por isso, acredito que os clássicos da literatura têm o momento certo de entrar em nossas vidas.
Não podem ser socados goela abaixo, a não ser para os pobres estudiosos que se crucificam em um curso de literatura.
Por ser Páscoa, compromisso desde a infância, estou na casa de meus pais.
Hoje estão morando no céu.
Não, não estou no céu, estou na casa, agora, da Regina.
O dia do encontro, desde minha mãe viva, é na sexta-feira.
Uma bela e farta bacalhoada é servida, doação do Luiz José, e a família se reúne para beber, comer e jogar conversa fora. Lembramo-nos do Cristo quando dos discursos, antes de servir a refeição. Irmãos,irmãs, cunhadas e cunhados, sobrinhas e sobrinhos tornam a mesa insuficiente e a cozinha pequena.
Alguns vão para o quintal, outros para a sala, muitos ficam na cozinha e o vozerio toma conta do ambiente.
À tardinha, a casa silencia, alguns dormem, poucos continuam segurando os resquícios do encontro e a desordem na cozinha posta-se quase arrumada por generosas mãos.
Será?
Aleluia, aleluia, aleluia!
Porque este ano não fiz nenhuma indecorosa promessa.
Minha consciência está tranquila.
Se você promete parar de fumar e não para, são dois tormentos: um por continuar fumando, outro pela fraqueza humana.
Como nada prometi, só fico com um dos problemas.
Avante e coragem!
Hoje é Páscoa e o Cristo é ressuscitado em corpo e alma.
Não, queridos leitores, não precisam cuidar do corpo tanto assim.
Apodrecerão em algum canto, como o meu.
E lembrem-se, quando tudo estiver perdido, quando a dor for tamanha que não puder suportar, mesmo no trânsito infernal da Radial Leste, abra o vidro do carro e grite, com coragem: aleluia, aleluia, aleluia!
 
FELIZ PÁSCOA!
 
Águas da Prata, SP, 31 de março de 2024.?

Fernando Dezena é escritor.?
enviar notíciaenviar informaçõesenviar foto comentar

Comentar usando as Redes Sociais

Comentar esta notícia

comentário

(500 caracteres)

nome completo
cidade