anunciar tabela de preços enviar notícia
rede social :: login
Região de São João da Boa Vista tem a maior taxa de transmissão do Estado
São João da Boa Vista|comunicados|26/05 16:50|2302 visualizações
Mais casos, taxa de contaminação crescente em alguns Estados e maior ocupação de leitos de UTI indicam um recrudescimento da pandemia da covid-19 no Brasil
 
No Estado de São Paulo, hoje a pior região em relação à taxa média de transmissão da doença está em São João da Boa Vista, com 1,63. Ou seja, cada cem pessoas contaminadas transmitem o vírus para outras 163. Franca, Grande São Paulo, Araçatuba e São José do Rio Preto completam as cinco regiões com as mais altas taxas de transmissão. Em todo o Estado, a média é de 1,3.
 
Um dos principais dados é a média de diagnósticos por dia, que está acima dos 65 mil positivos, acréscimo de 8% em 14 dias. O avanço em registros leva a risco maior de contaminação e de internação, ampliando a pressão sobre o sistema e a possibilidade de óbitos.
Para definir como a doença vai evoluir, se considera entre o contágio e a possível morte de um paciente o período de até seis semanas. "O aumento do número de casos vai ser precedido obrigatoriamente pelo aumento do número de mortes", explica Alexandre Naime Barbosa, chefe do setor de infectologia da Unesp de Botucatu (SP) e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia.
 
Desde 5 de maio, a 19 dias consecutivos, a média móvel de novos registros aumenta a cada 24 horas. Só ontem, houve mais 74.845 relatos positivos, equivalentes a 52 por minuto. Para especialistas, só não há um reflexo maior no número de vítimas, que ainda assim tem média acima de mil desde janeiro, por causa da faceta mais jovem da pandemia este ano.
 
Segundo o Observatório Covid-19 da Fiocruz, pela primeira vez desde o início dos casos de covid-19, a mediana de idade nas internações está abaixo dos 60 anos. Com isso, exceto os Estados do Nordeste, a taxa de mortalidade pela doença caiu. Os mais jovens tendem a morrer menos, só que pressionam o sistema por ficar mais tempo internados. "Talvez não seja como já vimos (chegar a um número diário acima de 3 mil mortos), porque o jovem adoece menos, mas também adoece", afirma o médico da Unesp.
 
E, além dos registros diretos de covid, há os de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Segundo a Fiocruz, 8 das 27 unidades da federação apresentam sinais de crescimento de casos. As síndromes respiratórias são, neste momento, na grande maioria causadas por infecções pelo SARS-CoV-2.
 
Leitos
O recrudescimento ocorre concomitantemente com o avanço das taxas de ocupação de leitos de UTI para adultos com covid-19. De maneira geral, o Nordeste e o Centro-Sul apresentaram piora nos últimos dias. Sete Estados têm taxas de ocupação iguais ou superiores a 90%: Piauí (91%), Ceará (94%), Rio Grande do Norte (96%), Pernambuco (97%), Sergipe (93%), Paraná (95%) e Santa Catarina (95%).
 
No Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal tiveram as maiores altas. Ao lado de Mato Grosso, estão em estado crítico, mas inferiores a 90%.
 
No Sul do País, a mesma tendência é observada, com Paraná e Santa Catarina entre os piores Estados. O Rio Grande do Sul permanece na zona de alerta intermediário. No Sudeste, Rio e Minas têm a mesma classificação, com piores índices.
São Paulo estava em estágio intermediário na ocupação de leitos de UTI, com taxa de 79%. Dados da Secretaria de Estado da Saúde, desta terça-feira, porém, colocam esse índice em 80,5%, o que repõe os paulistas no mesmo patamar das piores unidades da federação.
 
Na capital paulista, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, seis hospitais da administração pública ou com leitos contratados estão com 100% de seus leitos ocupados. E a rede particular também já se preocupa. O Hospital Israelita Albert Einstein se prepara para a abertura de 60 novos leitos na primeira quinzena do próximo mês como medida preventiva.
 
Há duas semanas, o hospital tinha 114 pacientes em leitos de covid. Nesta terça, eram 168, alta de 47%. Já a taxa de ocupação geral, que inclui pacientes sem covid, estava em 103%. No Sírio Libanês o aumento anteontem, na comparação com o dia 17, foi de 23%, saltando de 141 casos para 174 em uma semana.
Infecção e futuro
 
No Estado de São Paulo, hoje a pior região em relação à taxa média de transmissão da doença está em São João da Boa Vista, com 1,63. Ou seja, cada cem pessoas contaminadas transmitem o vírus para outras 163. Franca, Grande São Paulo, Araçatuba e São José do Rio Preto completam as cinco regiões com as mais altas taxas de transmissão. Em todo o Estado, a média é de 1,3.
 
Para Barbosa, a terceira onda da doença vai chegar e sua força está condicionada à forma como a flexibilização das atividades econômicas e o respeito ao isolamento social vai se dar. "Em algumas cidades de São Paulo, como Ribeirão Preto, esse efeito já está sendo sentido (a cidade fechou o comércio, por estar com 96% de ocupação de leitos de UTI)", diz.
 
 
 
A informação foi publicaeda dia 26/5/21 no site ABC do ABC
enviar notíciaenviar informaçõesenviar foto comentar

Comentar usando as Redes Sociais
Anônimo
São João da Boa Vista
26/05 16:54

E a prefeita liberando tudo?hummm

Esperança
26/05 17:05

Absurdo, liberação... Lamentável... Pelo Plano Governador, o toque de recolher não é a partir das 21h.? A quem devemos recorrer? Sra Prefeita e Autoridades precisamos urgentemente que tenham medidas rigorosas sobre as restrições é muito grave o que estamos vivendo.

Anônimo
São João da Boa Vista
26/05 17:17

Esperança e como é chega a ser desesperador o jeito q esta indo as coisa

carla
sao joao boa vista
26/05 17:11

parabéns a nossa prefeita,,,,tantos anos lutando pra entrar na politica pra fazer essa m$&%$

Lidi
28/05 09:56

Carla, também concordo. Tem que cuidar da nossa Saúde, População, ainda mais em Plena Pandemia. Famílias perdendo entes queridos, amigos. VIDAS acima de tudo...

Anônimo
26/05 17:22

Uma vergonha essa cidade, ninguém toma providências, será que vão esperar acontecer o pior, como foi o mês de março? VERGONHA, VERGONHA VERGONHA NÃO TEM ADMINISTRAÇÃO

Anônimo
São João da Boa Vista
26/05 17:46

Vergonha msm,as pessoas tem q conscientizar mais tbm mais se a cidade ñ tem administração vira bagunça pq se tivesse fiscalização,multas n teria festinha,barzinho lotato,chacara q tem muito,indo pro vale verde tem um barzinho q inclusive vi enfremeira falando q iam lá e isso n vão atrás,a hora q começar a tirar dinheiro deles com multa quando esta em aglomeração aí quem sabe para.

Zeca totó
26/05 17:52

Libera tudo dona prefeita......................

Sanjoanense
São João da Boa Vista
26/05 18:04

Pelo jeito esta prefeita ta mais perdida que cego em tiroteio, rs não é só administrar tem que saber! só falta 3 anos 7 meses e 6 dias!

Anônimo
26/05 20:10

Se ela não sair antes

26/05 18:27

E as escolas voltando as aulas O que sera das crianças quando começarem a ficar doente??? Será que teremos vagas para as que precisarem de internação??? A prefeita não tem capacidade pra administrar a cidade FORA

João
sjbv
26/05 19:14

Liberando ou não o povo tem que ter consciência, prefeitos não são babás de marmanjos não. Cada um é responsável por si, precisam parar de querer achar responsáveis pelas merd... que fazem. Simples assim. A prefeita não aponta uma arma nas pessoas e as obrigam a sair de casa, saem pq querem. Me poupem vai.

26/05 21:50

Prefeitos não são mesmo babás de marmanjos que não tem responsabilidade, não tem que passar a mão na cabeça esperando votos lá na frente! Tem que fiscalizar, multar, tem autonomia pra isso! E não adianta vir a público que São João está assim por conta de atender cidades vizinhas!

Revoltado
Sjbv
26/05 19:54

Criticou a gestão anterior quando fechou tudo...e agora batendo record de incompetência. A pedra virou vidraça....

26/05 20:23

Nossa com este povo dos comentários vamos até a milésima onda, com vacinação mensal, máscaras, álcool gel, esconder num buraco e não sair. Vírus povo vcs tem que aprender viver com ele, cada um assume seu risco.Se vc não quer pegar fica em casa, e quando sair coloque aquela roupa de plástico. E não amolem.

Augusto
São João da Boa Vista
26/05 21:23

Isso so vai ser grave pra vc quando for alguém da sua família!caso ao contrario e desnecessário ah e quanto ao nao amolem ngm ta mandando msg no seu celular pra te amolar então só nao entrar aqui q vc não vê,vai la se aglomerar e ferrar com sua vida a vontadeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

26/05 20:38

E apavorante. Da sensacao que da e que agente ta. Cercado por leao pronto pra ser devorado. Pois estamos sem vacina pois nao enquadramos no que exigem mas estao morrerendo todos os que nao tomou a vacina mais rapido

Augusto
São João da Boa Vista
26/05 20:40

Estados unidos ja vacinado adolescente e Brasil ta osso

26/05 20:43

Meu filho nao vai pra escola. A vida dele e mais importante se ta o caus o hospital. Porque ficar so falando nao resolve prefeita e atitude de toque de recolhe das 6 em diante multa pra quem ta na rua sem nessecidade. Atitude ja. A cidade pede socorro

26/05 21:57

Nao e so pessoas com comorbidades que pega covid e morre. Ta morrendo familia intera. A vacina tem que ser pra todos. Pelo geito as pessoas sem comorbidaes nao vao ser vacinados no brasil.

Anônimo
Sjbv
27/05 06:40

É o fim, onde estão as vacinas de SJ. Vargem já vacinou até 50 anos, e SJ está só nas comorbidades. Prefeito de vargem disse que vacina nao é pra ficar guardada... E aqui cadê as vacinas, estão guardadas??? Prefeita precisa fazer alguma coisa, só bagunça essa prefeitura... Disse que ia vender terreno pra comprar vacina. Cadê??!! Está fazendo o povo de tonto. Triste situação.

Odair
São João da Boa Vista
27/05 07:02

Fique em casa !!!!

Tulipa de frango
São João da Boa Vista
27/05 09:08

Que adianta muitos não pode ver um lugar aberto e vai la lotar se cada um fizesse sua parte mais não ama fica na rua a toa

27/05 12:55

Bares, Restaurante aglomeração... tudo tem que fiscalizar. A fiscalização também precisa ser rígida... estamos em caos.

anonimo
São João da Boa Vista
27/05 14:49

1-Quando é que teve vaga sobrando em uti do sus? 2-As pessoas se contaminam mais quando estão no conforto de seus lares, fato. 3-Administrar uma cidade é difícil, especialmente quando não se tem experiência em pandemias. 4-Sugestão: copie o TEXAS. 5-Sorte minha não ser comerciante, tenham fé e a coragem de não serem politicamente corretos, ou vão quebrar...

27/05 19:05

Fé e coragem levarão para o caixão

São João da Boa Vista
28/05 15:42

Descrença e covardia, também.

27/05 15:07

Esses dias não era a cidade do Estado que mais vacinava?? Será que isso tem alguma coisa haver, com esta alta taxa???

Augusto
São João da Boa Vista
27/05 15:24

E esse decreto dela teria q ser pra ontem ne,e ñ começar aparti de segunda a coisa ta feia tem q começar a valer aparti de sabado

Anonimo
Sao Joao da Boa Vista
27/05 16:36

Augusto, ela na verdade nem queria fazer isso, é que a situação esta pra lá de caótica. Deu uma "colher de chá" para o pessoal se contaminar neste final de semana.

27/05 15:33

A explicação que estão dando com o carimbo da ciência é a seguinte: A vacina NÃO é para evitar a contaminação, mas para evitar casos Graves.Blz

27/05 17:03

O problema maior é que não estão respeitando o distanciamento social e a vacinação só atingiu 20% do pais, é muito pouco para reduzir as infecções pelo virus.

Trabalhadora da saúde
São João da Boa Vista
27/05 16:14

Falta fiscalização, São João não tem.

Anonimo
Sao Joao da Boa Vista
27/05 16:37

Se você é trabalhadora da saude esta por dentro da situação, então, de fato estamos a deriva.

27/05 17:52

Trabalhadora da saúde, se não tem fiscalização, é só contratar ue.

João
SJBV
28/05 11:30

*** excluido por conter informações erroneas ******

Comentar esta notícia

comentário

(500 caracteres)

nome completo
cidade