anunciar tabela de preços enviar notícia
rede social :: login
Prefeitura busca minimizar impactos a pequenos e médios empreendores
São João da Boa Vista|geral|05/04 13:19|322 visualizações
A prefeita Teresinha vem trabalhando dia-a-dia na busca de recursos para minimizar os impactos causados com a pandemia do Coronavírus, principalmente em prol dos pequenos e médios empreendedores.
Entre as ações que estão praticamente encaminhadas está a volta do programa Banco do Povo, destinado a financiamento para empreendedores formais ou informais, urbanos e rurais, microempreendedores individuais, cooperativas e associações de produção formalmente constituídas.
Com a menor taxa de juros entre as instituições financeiras do país, a 0,5% ao mês, o programa credita valores para capital de giro e investimento fixo, como a aquisição de mercadorias em geral, matérias-primas, máquinas, ferramentas, equipamentos, veículos e até mesmo itens para publicidade e divulgação do empreendimento.
Os colaboradores do PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) e do Banco de Talentos, ligados ao Departamento de Desenvolvimento Econômico, estão trabalhando de forma incansável na busca por novas vagas, não só em São João da Boa Vista, mas também em cidades da região. Em breve, haverá novo local de atendimento para os munícipes preencherem seus cadastros.
Outra novidade é a criação do Conselho Municipal de Emprego e Renda, que já foi aprovado na Câmara dos Vereadores e está em fase de implantação. A intenção é criar o Fundo do Trabalho, na intenção de se utilizar recursos para investimentos em qualificação e campanhas para fomentar os empreendedores e trabalhadores.
A Sala do Empreendedor também está sendo melhorada, para que aja melhores condições em prestar assessoria a todos os médios e pequenos comerciantes.
&ldquoCom o apoio de todos, queremos passar por essa fase e executar todos os projetos em construção. Mesmo entendendo e sabendo das condições de todos neste momento difícil, precisamos do apoio e cooperação da população. Vamos vencer juntos essa luta&rdquo, destaca Teresinha.
enviar notíciaenviar informaçõesenviar foto comentar

Comentar usando as Redes Sociais
05/04 13:56

Isso sim é ajuda!! Ajuda para as instituições financeira!! 0,5% ao mês, 6,17 ao ano.....

Indignaldo
SJBV
06/04 02:14

Nossa, que bom, hein? Aí o empresário pega um empréstimo, compra mercadorias e é impedido de trabalhar pelos gênios do combate à pandemia. Fica devendo para o banco e para o governo municipal, estadual e federal. Vai dar muito certo, viu?

06/04 19:51

Já coloquei meu nariz de palhaço. ESTADO: Eu te proíbo de trabalhar, mas te obrigo a me sustentar.

Comentar esta notícia

comentário

(500 caracteres)

nome completo
cidade