anunciar tabela de preços enviar notícia
rede social :: login
Banco do Brasil coloca em leilão antigo imóvel da Nossa Caixa
São João da Boa Vista|negócios|13/05 18:08|1900 visualizações
Foi colocado em leilão o prédio da antiga Caixa Econômica Estadual (Nossa Caixa), que pertencia ao Banco do Brasil.
 
Localizado na Praça da Catedral 117, em frente ao prédio da Prefeitura Municipal e ao Theatro de São João da Boa Vista, o imóvel faz parte do cartão postal da cidade.
 
O preço inicial pedido é de R$ 2.102.000 (dois milhões e cento e dois mil reais). A construção tem cerca de 495m² e o terreno 628 m².
 
No local funcionavam uma agência do Banco do Brasil, que encerrou as atividades, e a Secretaria da Receita Estadual, que transferiu-se pra o prédio da Ciesp, na Avenida Oscar Pirajá Martins Filho.
 
O fato do imóvel estar em processo de tombamento poderá reduzir o número de interessados, já que em nenhuma circunstância o bem poderá ser destruído, demolido ou mutilado e quaisquer intervenções no local em termos de modificação, reforma ou demolição deverão ser precedidas de autorização do CONDEPHIC?.
 
Este é um dos dezenas de imóveis que o Banco do Brasil colocou em leilão nos últimos meses.
 
 
 
Veja o Edital
 
Descrição do lote
SÃO JOÃO DA BOA VISTA (SP)
AGÊNCIA DESATIVADA EM EXCELENTE LOCALIZAÇÃO
. Imóvel urbano: um prédio com área de 495,00m², dentro de um terreno com área de 628,00m², situado na Praça da Catedral, 07, Centro, município de São João da Boa Vista - SP. Melhor descrito na matrícula 72.726, do Oficial de Registro de Imóveis de São João da Boa Vista - SP.

a) Existem benfeitorias não averbadas na matrícula do imóvel, sendo que as providências para regularização correrão por conta do adquirente, conforme item 16.5 deste Edital.
b) Conforme parágrafo único do artigo 55 da Lei Municipal n° 3.460, de 10 de dezembro de 2013, com abertura do processo de Tombamento, o bem em exame terá o mesmo regime de preservação do bem tombado até decisão final do conselho. Como consequência, em nenhuma circunstância o bem poderá ser destruído, demolido ou mutilado. Quaisquer intervenções no local em termos de modificação, reforma ou demolição deverão ser precedidas de autorização do CONDEPHIC, conforme os artigos 59 e 60 da Lei municipal n° 3.460/13.

OBS.: Atentar para as Disposições Gerais deste Anexo
Lance Mínimo: R$ 2.102.000,00 (Dois milhões cento e dois mil reais)
EXISTINDO VALORES NÃO QUITADOS DE IPTU, ITR, CCIR, LAUDÊMIO E CONDOMÍNIO, O BANCO DO BRASIL S.A. FICARÁ RESPONSÁVEL PELA QUITAÇÃO DOS VALORES DEVIDOS ATÉ A EFETIVAÇÃO DO REGISTRO DA TRANSFERÊNCIA DO IMÓVEL AO ARREMATANTE JUNTO AO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS COMPETENTE. (ITEM 16.7 DO EDITAL DE LEILÃO)


enviar notíciaenviar informaçõesenviar foto comentar

Comentar usando as Redes Sociais
Gradius
São João da Boa Vista - SP
14/05 02:15

Eu sei que devemos proteger o patrimônio arquitetônico, mas sinceramente este é um prédio que acredito que não terá interessado algum nele sendo ele tombado, pois afinal o que se poderia instalar ali? Pouca coisa.

14/05 08:45

serio nossa

14/05 08:54

Primeiro, ele não é tombado. Leia novamente o texto. Segundo, falar que ninguém terá interesse por um prédio desses, no centro da cidade, por um preço baixo é puramente especulação

Joao
São João
14/05 22:00

Ele não é tombado, ainda. Está em processo de tombamento e como tal, deve ter a mesma preservação se já fosse tombado

14/05 09:50

IPTU vencido, isso cheira mal

Anônimo
SJBvista SP
14/05 10:22

Leiam com atenção, antes de escreverem besteiras.

Joao
São João
14/05 22:02

"se tiver". É uma cláusula genérica que tem em TODOS os editais. Além do mais, o banco está se comprometendo a pagar "se tiver".

Victor
SJBV
14/05 13:31

Seria sensacional se fosse um ambiente de visitação pública, como um museu, galeria de arte, mesmo que fosse da iniciativa privada, como Itaú Cultural, etc... Um SESC seria surreal!

14/05 13:46

Seria mesmo demais!

14/05 14:49

Fazer lá um museu de cera

14/05 16:07

o toco devia alugar e fazer o jornal parabrisa la

14/05 16:46

podia ser um conservatório de musica

14/05 21:03

Seria interessante p Prefeitura, tranferir os departamentos p lá, e parar de jogar dinheiro fora com aluguéis. Assim não precisa mexer na estrutura física do prédio.

Joao
São João
14/05 22:03

Já tentou e não deu certo

15/05 08:16

Já tentou onde, João?

14/05 22:56

Mas a prefeitura não joga dinheiro fora com aluguéis. Ela joga dinheiro dentro. Dentro dos bolsos dos aliados políticos. Tem cada imóvel que serve de posto de saúde, departamento, que não teria alvará nem para sorveteria... pois é

15/05 08:35

Vulgo antiga cooperativa.

15/05 21:29

Incrível....o preço do Triplex do "Lula".

18/05 05:51

A prefeitura deveria comprar e transferir alguns departamentos que pagam aluguel pra lá, há mas como vai encher os bolsos dos aliados né

Comentar esta notícia

comentário

(500 caracteres)

nome completo
cidade